Freakonomics / Super Freakonomics

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação. Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirmar é que poderei lhe enviar o conteúdo exclusivo por email.

Email inválido.
Blog /Livros /Freakonomics / Super Freakonomics

Freakonomics / Super Freakonomics

Vinícius Thiengo01/07/2016
(547) (4)
Go-ahead
"Dar o seu melhor neste exato momento vai colocá-lo no melhor lugar possível no momento seguinte."
Oprah Winfrey
Código limpo
Capa do livro Refatorando Para Programas Limpos
TítuloRefatorando Para Programas Limpos
CategoriaEngenharia de Software
AutorVinícius Thiengo
Edição
Ano2017
Capítulos46
Páginas598
Comprar Livro
Conteúdo Exclusivo
Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido
Capa do livro duplo "Freakonomics / Super Freakonomics" de Levitt e Dubner
Título
Freakonomics / Super Freakonomics
Categoria
Administração
Autor(es)
Steven D. Levitt, Stephen J. Dubner
Editora
Campus / Elsevier
Ano
2009
Edição
Páginas
561

Opa, blz?

Nesse post vou falar sobre dois livros, na verdade conteúdos de dois livros em um único. São eles: Freakonomics e Super Freakonomics. Se curti economia comportamental ou somente economia você provavelmente já deve ter lido ambos e também, possivelmente, deve ter gostado. Vide as quase cinco estrelas nas avaliações no Submarino, por exemplo.

Saiba que esse já não é o primeiro livro de economia que leio e post comentários aqui no blog, também já falei de Dan Ariely e Daniel Kahneman.

Economia é um outro assunto que curto, mais precisamente a economia comportamental que ao contrário do que você possa imaginar, tem um viés mais para estudo do comportamento humano no mercado do que na vida em geral.

Mas enfim, sem mais delongas. O que realmente tem de interessante nesses títulos? Antes de prosseguir vou falar de ambos os livros como se fosse apenas um título, até porque não há diferença no tipo de conteúdo.

Prosseguindo… Um dos autores é economista, Steven D. Levitt. O outro é jornalista, Stephen J. Dubner. Primeiro entenda que o livro (no caso o Freakonomics) surgiu depois de uma reportagem de Dubner sobre Levitt, na verdade foi uma entrevista.

Ok, mas o que esse Levitt fazia para que logo depois viesse um livro?

Ele estudava as áreas não convencionais da economia, áreas que alguns até mesmo não chamam de economia. Ele mesmo chama de “lado oculto e inesperado do dia a dia". Levitt ficou muito conhecido por causa disso, até mesmo ganhou prêmios.

Vamos melhor esclarecer "áreas não convencionais”.

Começando com os traficantes de drogas. Você sabe porque eles ainda moram com as mães? Difícil, não? Acredite, a resposta é simples. Eles não ganham o dinheiro que aparentam ganhar. Na verdade há sim uma categoria de traficantes que realmente ganham bastante dinheiro, mas essa categoria é para poucos. A maioria ganha bem pouco.

Ok, ainda não há nada de interessante nesse assunto, certo?

E sobre o mercado da prostituição, você saberia dizer o por quê de não ser tão quente como antigamente? Primeiro saiba que segundo dados de pesquisa utilizados pelos autores, antigamente esse mercado era mais valorizado monetariamente do que hoje em dia.

Voltando a pergunta… sabe o por quê? Outra resposta simples. O prazer gratuito ficou mais fácil. Veja como APPs de encontro são populares, tendo como principal o Tinder.

Antes de prosseguir preciso lhe informar que na capa e contra capa do livro não há ao menos um indicio que será esse o tipo de conteúdo abordado, sério! De qualquer forma, está conseguindo pegar a parte "oculta da economia" ou segundo o subtítulo do livro "o lado oculto de tudo que nos afeta"? Provavelmente sim.

Prosseguindo… Outro spoiler (de um livro de 2009? Dúvido muito).

Não sei se você está ciente (não lhe agregaria em nada mesmo se estivesse), mas nas décadas de 70, 80 e 90 os crimes contra o patrimônio e pessoa nos Estados Unidos eram frequentes. Porém na metade da década de 90 surgiu um herói.

Esse herói se chamava William Bratton, chefe de polícia em Nova York. Segundo documentos da época, ele bolou uma estratégia infalível que fez os números da violência caírem de forma considerável em um tempo curto.

Essa história de herói é narrada aos detalhes no livro "A Estratégia do Oceano Azul" de W. Chan Kim e Reneé Mauborgne.

Porém em Freakonomics os autores mostraram que o grande herói foi na verdade a liberação do aborto na década de 70, onde mães "sem querer" e solteiras deixaram de dar a luz ocasionando na não proliferação de jovens que cresceriam sem o amor familiar e consequentemente escolheriam a vida do crime para se saírem bem.

Essa é a parte mais criticada do livro, William Bratton realmente é tratado como herói, mas como os autores mostraram, os números da violência já estavam caindo desde o início da década de 90, antes mesmo de Willian se tornar chefe de polícia.

Bem, para não ir muito longe, até porque isso é uma resenha e não o livro em si. Os autores também falam dobre professores trapaceiros, a queda da Ku Klux Klan, altruísmo, infecção hospitalar (se você soubesse quantas pessoas deixariam de ir a óbito somente se todos os médicos desinfetassem as mãos… você não acreditaria), cadeirinhas de segurança para crianças, o efeito das soluções simples, macacos com comportamento humano, lutadores de sumo que planejam quem vencerá a luta, mercado de rins e aquecimento global.

O que? Mercado de rins?

Sim. O conteúdo apesar de não ser nada proveitoso para programadores tem sim conteúdo interessante. No Irã não há ninguém na fila de espera de rins, sabe o por quê? Lá é legal vender um de seus rins. Além do dinheiro que é pago pelo governo, o vendedor (tem que ser o dono do rim) ganha alguns outros benefícios.

Diferente, não?!

Sem sombra de dúvidas a melhor parte do livro vem nos trechos sobre aquecimento global. Realmente há uma baita de uma aula sobre o assunto, porém nessa parte os autores do livro pouco entram em cena, as palavras ficam mais com alguns ambientalistas e os participantes de uma empresa privada de invenções chamada Intelectuals Venture.

Primeiro saiba que os bovinos são muito mais prejudiciais a Terra do que nós seres humanos com carros e industrias. Como assim? Isso mesmo. Os bovinos liberam gás metano de suas flatulências e excrementos. Gás metano é 20x pior que o gás carbônico que geramos. Segundo dados apresentados no livro nós somos responsáveis por apenas 2% do atual aquecimento global.

Os participantes da Intelectuals Venture apresentam algumas possíveis soluções para conter o aquecimento global em poucos anos, isso tudo sem necessitar que tenhamos de freiar no consumo.

Como?

Bem, provavelmente você não deve lembrar (nem eu), mas em 1991 um vulcão nas Filipinas chamado Pinatubo entrou em erupção. Segundo estudiosos foi a maior atividade vulcânica nos últimos 100 anos.

Ok, mas o que isso tem de interessante e haver com aquecimento global?

Simples, aquela fumaça escura com detritos liberados pelo vulcão continha muito dióxido de enxofre, algo que quando presente na atmosfera se torna um benefício para o planeta, digo, na condição atual, em que ele está aquecendo. O dióxido de enxofre impede que menos raios ultravioletas entrem na Terra e consequentemente o aquecimento começa a cessar.

As soluções utilizando o dióxido de enxofre foram discutidas porque logo depois do vulcão Pinatubo entrar em atividade, digo, cinco anos depois, foi constatado que somente a quantidade de dióxido de enxofre que ele lançou na atmosfera foi o suficiente para esfriar todo o planeta em 0.5 ºC. Sabendo que o planeta tinha levado 100 anos para aquecer 0.7 ºC.

Os Intelectuals Venture citam também os pontos negativos dessas soluções. Menor incidência raios ultravioletas, menos vitamina D para todos. Porém nada que capsulas artificiais dessa vitamina não resolvam.

Acho que já deu para entender sobre como será a leitura do livro. Será interessante, porém como estamos em um blog de programação, já lhe adianto, não vai lhe adicionar em nada, são somente conteúdos não comuns que vão lhe dar aquele papo impressionante com a garota (ou garoto) que quer levar para sair.

Então você está me indicando para não o ler?

Sem rodeios. Eu o adquiri pensando em obter algo similar ao que obtive em "Rápido e Devagar" ou em "Previsivelmente Irracional". Nesses livros, também de economistas, você aprende algo que pode lhe ajudar no aumento de performance em qualquer área, sério, são realmente bons livros. Em Freakonomics / Super Freakonomics é completamente diferente.

Logo recomendo a leitura desse livro duplo somente se você for também economista, digo, de formação, pois se for de hobby, também não será big deal para você. Mas se mesmo assim você quiser se aventurar, já lhe informo que pular as partes de comentários do blog do livro Freakonomics e matérias publicadas sobre esse livro... pular esses conteúdos vai lhe poupar muito tempo, pois tem ainda menos valor para você caso não seja um fã ou crítico dos autores.

Vou de duas estrelas, pois o conteúdo sobre o aquecimento global ficou show de bola.

Vlw.

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido

Relacionado

Rápido e DevagarRápido e DevagarLivros
Super CérebroSuper CérebroLivros
Previsivelmente IrracionalPrevisivelmente IrracionalLivros
Positivamente IrracionalPositivamente IrracionalLivros

Compartilhar

Comentários Facebook

Comentários Blog

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...