Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação. Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirmar é que poderei lhe enviar o conteúdo exclusivo por email.

Email inválido.
Blog /Livros /Mentes Geniais - Aumente em 300% a Capacidade do Seu Cérebro

Mentes Geniais - Aumente em 300% a Capacidade do Seu Cérebro

Vinícius Thiengo30/09/2015, Quarta-feira, às 14h
(940) (12) (1)
Go-ahead
"Construa uma voz e uma opinião em primeiro lugar e, em seguida, se essas ressoam com o público, então você vai ter uma audiência."
Adam Carolla
Código limpo
Capa do livro Refatorando Para Programas Limpos
TítuloRefatorando Para Programas Limpos
CategoriaEngenharia de Software
AutorVinícius Thiengo
Edição
Ano2017
Capítulos46
Páginas598
Comprar Livro
Conteúdo Exclusivo
Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido
Capa do livro "Mentes Geniais" de Alberto Dell'Isola
Título
Mentes Geniais - Aumente em 300% a Capacidade do Seu Cérebro
Categoria
Empreendedorismo
Autor(es)
Alberto Dell'Isola
Editora
Universo dos Livros
Ano
2011
Edição
Páginas
320

Opa, blz?

Terminei a leitura do livro “Mentes Geniais” de Alberto Dell’Isola, editora Universo dos Livros. Livro muito bom e bem técnico, isso, o autor apresenta “n” algoritmos para melhorar a memorização e a atenção do leitor. Técnicas que apesar de não serem complexas a ponto de exigirem pensamento lógico (resolução de problemas de programação, por exemplo), são técnicas que envolvem hábito, criar o hábito de utilizá-las, no caso as que mais se adequam a você. Por que criar o hábito de utilizá-las? Porque as técnicas são longas, pelo menos no início, é preciso, por exemplo, no método de alfabeto fonético com vinculação de ação e personagem, definir 99 nomes fáceis de sua memória lembrar (junto as ações), nomes de artistas ou pessoas que são conhecidas ou próximas a ti, nomes que estejam dentro do sistema consonantal discutido também no livro. Para quem tem lá seus programas favoritos, assisti a filmes ou escuta “n” tipos de bandas, músicos, é até mais tranquilo, caso contrário você tende a gastar um tempo até montar essa lista e memoriza-la, tendo em mente que o autor indica sessões de novos 10 personagens a cada vez que for retomar a montagem dessa lista.

O livro é anterior ao livro “Mentes Brilhantes” e pelo que percebi o “Mentes Brilhantes” é o resumo do “Mentes Geniais”, pois no “Mentes Geniais” o autor vai explicando técnica por técnica de forma a ficar fácil para o leitor tirar o máximo da técnica e ver se enquadra na rotina dele de memorização, porém, mesmo que extremamente útil se seu objetivo é sim tirar mais de seu cérebro, esses scripts de técnicas memorização são um pouco pesados se está apenas começando, falo isso, pois no livro “Mentes Brilhantes” o autor foi muito mais brando na explicação e abordagem dos conteúdos de memorização, incluindo histórias de empreendedores e outros. O que percebi é que o livro “Mentes Geniais” não é um livro apenas para ler e colocar na estante, é para ler e depois voltar e ler aqueles pontos chaves marcados por ti, tentar algumas das técnicas ensinadas pelo autor (se não todas), adaptar as técnicas e assim ir tirando cada vez mais de seu cérebro, minha opinião é que é um livro que pode ser o único de um ano completo se você for sim seguir as técnicas, tipo, começa aplicando no inicio e depois vai adaptando até no final do ano ter já concretizado o que melhor funciona para ti e então “voilá”, começar a gerar resultados e mais resultados com sua mente em "módulo turbo”.

O autor começa o livro falando sobre os pecados da memória, onde provavelmente o mais comum e menos ignorado é o da Transitoriedade, onde esquecemos de algo devido a não persistência em voltar naquele conteúdo por algumas vezes com o passar do tempo a fim de deixá-lo fixo na mente. Mas o mais interessante é o de Sugestionabilidade, onde nossa mente passa a acreditar em memórias falsas. No livro “Rápido e Devagar” de Daniel Kahneman, o autor cita algumas pesquisas onde nosso cérebro, mais precisamente o sistema 1 de nosso cérebro (responsável por dar respostas baseadas em nossa intuição e conhecimentos passados, resumo: respostas rápidas) é trabalhado com algumas frases, como: "Hitler nasceu antes da 1ª Guerra Mundial” ou “Neil Armstrong pisou na Lua". Passando elas serem de conhecimento do nosso cérebro, sendo então parte também de nosso sistema 1 quando necessário, dessa forma foi constatado que se for colocada a frase: “Hitler nasceu antes da 1ª Guerra Mundial, em 1896” ou “Hitler nasceu antes da 1ª Guerra Mundial, em 1883”.O nosso sistema 1 tende a querer responder com base no que já sabemos e então dar certo para ambas as afirmações (ele nasceu em 1889). Total engano!

Dentre outras técnicas o autor apresenta a técnica das jornadas, onde nós montamos uma história com imagens inusitadas (junto a técnica de vínculos) passando por pontos chaves de caminhos que conhecemos, o da faculdade, por exemplo. Essa técnica eu já tentei, para gravar uma lista de ingredientes para bolo e funcionou show de bola. Outras técnicas que observei serem muito úteis e fáceis são: técnica do vinculo (aqui sim é que entram as imagens inusitadas, precisam ser imagens inusitadas, um urso andando de carrinho elétrico de bebê, por exemplo); técnica dos números, tanto o de vincular os 10 números (0-9) a imagens que facilitam a memorização de números de telefones, por exemplo, quanto a memorização do alfabeto fonético que tem lá suas 111 palavras básicas, vinculações essas baseadas no sistema consonantal de Stanislau Mink Von Wennusshein, onde o inventor criou uma maneira de vincular números a sons de algumas consoantes. A parte da vinculação dos 99 personagens e suas respectivas ações (tomando cuidado para não repetir ações), se você não tem um glossário bom de nomes de famosos ou pessoas conhecidas com nomes diversificados, it’s supposed to be pain (em meu caso adaptei e estou utilizando também nomes de times de futebol).

Os capítulos de memorização de Bíblia, Baralhos, Jogos de Pôquer e Xadrez, Datas Históricas e de Leis e Artigos Jurídicos (essa ultima passei o olho apenas, no big deal para mim) são úteis se você realmente quiser ter esses conhecimentos específicos, minha opinião. O autor, nessas partes do livro, dá mais técnicas que ele mesmo criou, algumas que o fizeram quebrar record. O capítulo de concentração é show de bola, as técnicas um pouco diferentes, mas ressalto que novamente (também citada em outros livros) a técnica de meditação vem a tona, porém achei interessante outras três técnicas que basicamente são a mesma com pequenas variações, são elas: fixar a visão e o pensamento em um único objeto durante 5 minutos e que esse seja em um tamanho de um copo, por exemplo, e que fique na altura de nossos olhos. Nesse período temos de fazer traços de quantas vezes nossa mente se desviou desse objetivo de foco no objeto em nos detalhes dele, assim montando um gráfico de nosso progresso; As outras duas técnicas são similares, porém uma é ouvir uma música e focar no som de apenas um instrumento do inicio ao fim dos 5 minutos e ir marcando traços de quando perdemos o foco; A outra técnica é fecharmos os olhos e ficar 5 minutos com um objeto em mãos focado nos detalhes dele, novamente, se a atenção desviar devemos marcar os traços e então voltar e focar no objeto. Depois dessa série de 5 minutos e por algum tempo (o autor recomenda 3 vezes na semana - diferentes dias) teremos o progresso em gráficos. Recomendo que sempre faça a meditação primeiro, uns 10 minutos é bom. Dê uma olhada na série gratuita “Take a ten” do Headspace.com.

O autor, na parte final do livro apresenta os Organizadores Gráficos (Mapa Mental, Mapa Conceitual, Fluxograma, Diagrama de Venn, Quadro Sinótico, …) e a importância deles no aprendizado. O Mapa Mental e FlashCard ele também fala sobre no livro “Mentes Brilhantes”, se não me engano somente esses dois. O Fluxograma utilizamos muito em computação, mas pelo que acompanho em alguns livros, o Mapa Mental é que é "o poder”. O autor comenta que devemos utiliza-los e ver qual mais se adapta ao nosso aprendizado. O autor fala também das anotações eficientes, inclusive dando “n” exemplos, a importância de ter uma e que devemos praticar, praticar e praticar para ai sim começar a ver os resultados.

Bom, o livro é show de bola, mas é muito mais massivo em conhecimento, digo, tarefas e serem feitas para obter o conhecimento (livro de programação com exercícios, por exemplo) do que o livro “Mentes Brilhantes”. O ultimo capítulo é além de um puxão de orelha um baita incentivo para paramos de somente planejar e começarmos a agir. Senti falta do conteúdo de leitura eficiente, algo abordado no livro “Mentes Brilhantes”, mas enfim, provavelmente foi algo notado somente na construção desse segundo livro. Vou de 5 estrelas, pois acredito ser sim um tipo de conteúdo sempre recomendável.

Vlw

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido

Relacionado

FocoFocoLivros
Mentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroMentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroLivros
A Menina do ValeA Menina do ValeLivros
A Menina do Vale 2A Menina do Vale 2Livros

Compartilhar

Comentários Facebook

Comentários Blog

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...