A Menina do Vale

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação. Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirmar é que poderei lhe enviar o conteúdo exclusivo por email.

Email inválido.
Blog /Livros /A Menina do Vale

A Menina do Vale

Vinícius Thiengo16/09/2015, Quarta-feira, às 14h
(600) (8)
Cap do livro A Menina do Vale de Bel Pesce
Título
A Menina do Vale
Categoria
Empreendedorismo
Autor(es)
Bel Pesce
Editora
LeYa
Ano
2012
Edição
Páginas
84

Opa, blz?

Terminei a leitura do livro “A Menina do Vale” de Bel Pesce, editora Leya. O livro é show de bola e a autora realmente é surpreendentemente inteligente (pela a quantidade de cursos que se formou na instituição que se formou). Estudou no Massachusetts Institute of Technology (MIT), que já é bem conhecido pela galera de tecnologia (“n” licenças e softwares).

O objetivo da autora é evidente: propagar a cultura empreendedora no país, dando dicas de como lhe dar no ambiente empreendedor, em como ter uma mente empreendedora, e por ai vai… o que é interessante no livro é que mesmo trabalhando em empresas como Google, Microsoft e Deutsche Bank, a autora se preza por falar das vantagens em criar um network, em conhecer pessoas que já passaram pelo caminho que você empreendedor está passando (e venceram esse caminho), em conhecer novas pessoas podendo então ter novos sócios… mas não ha comentários como: "No Google nós fazíamos assim...", ou “Na Microsoft dava certo por causa disso…”. Se é algo que está esperando no livro, não tem, mas isso é até melhor de acordo com o que ela quer propagar, o empreendedorismo e não apenas a vida de sucesso dela. É possível entender mais sobre isso quando você começa a ler os capítulos iniciais do livro dois, “A Menina do Vale 2”, pois nele tem logo no capítulo “Deixe os outros descobrirem os seus triunfos” os pensamento da autora sobre não ficar se dedicando a divulgar o que conseguiu de vitorioso, na verdade no ponto de vista dela (no meu também), o mercado é que vai lhe prestigiar, digo, as pessoas vão reconhecer seus resultados de acordo com o impacto deles, não há necessidade de forçar a barra e sair por ai falando “eu fiz isso, fiz aquilo, …”. Mas é aquilo que citei acima, é somente um ponto de vista, ficar calado ou não sobre suas conquistas não quer dizer que você é ou não melhor que uma outra pessoa ou que seus resultados são ou não melhores que os dela, mas acredito junto ao pensamento da autora que deixar o reconhecimento vir por conta própria pelo mercado é muito mais gratificante, pois nesse momento você consegue enxergar o resultado do feito.

Uma coisa que a autora cita bastante é o trabalho em equipe, que devemos montar a equipe correta, nessa parte percebi um pouco da realidade americana (São Paulo, talvez, seja fácil montar uma equipe para uma startup) e menos a nossa. Pois não é tão fácil conseguir pessoas que entrem de cabeça na ideia da startup quando elas não tem essa cultura empreendedora desde a infância ou já a alguns anos, por exemplo. As vezes você conhece pessoas com potencial técnico exuberante, mas não as conhece a ponto de chama-las para uma nova ideia (sem confiança em compartilhar), ou conhece pessoas que são extremamente confiáveis, porém não têm aquele potencial técnico necessário. Nesse caso você tende a engavetar a ideia até esquece-la completamente (provavelmente isso vai acontecer), minha opinião é que tente fazer algo com o que você já sabe tecnicamente e então vá soltando os releases e melhorando cada vez mais, mesmo que sozinho. Alias um livro que fala bem sobre isso, ir lançando alguns releases de sua ideia, é o “A Startup Enxuta” de Eric Reis (também citado no livro da Bel Pesce como uma das leituras indicadas). Ficar nessa vibe de buscar parceria (muitos primeiro querem investimento para poder iniciar) para começar o projeto acaba sendo ainda mais desculpa para permanecer sem ação. Não tem conhecimento técnico para aplicar a ideia, faça aquele pit de apresentação bem detalhado e fácil de entender (isso é difícil também), baseado em números reais de pesquisas realizadas por ti (Google forms lhe ajudará) e então junte as pessoas que acha que vão alavancar essa sua ideia de forma técnica (implementando ela) e apresente com o objetivo de trazer aliados, na mais longa das hipóteses (a apresentação pode não ter dado certo por “n” vezes) comece a estudar pelo menos o básico para implementar o core de sua ideia, por exemplo: sua ideia é um site de podcasts de empreendedores onde cada um tem sua própria página para seguidores, estude primeiro como realizar um cadastro com lado cliente e lado servidor, depois como realizar um cadastro de conteúdo com um arquivo de áudio sendo enviado (o podcast) e depois como apresentar esse conteúdo na página do empreendedor que se cadastrou. Tudo sem interface detalhada, apenas o grosso, botões padrões do navegador e html sem CSS, realmente o conteúdo puro. Não precisa nem mesmo da opção de seguidores por agora, apenas isso já é o suficiente para realizar uma nova apresentação com parte do produto implementado ou para você ver seu potencial e continuar sozinho. O que lhe falei acima seria o core de sua aplicação de podcasts, sendo developer lhe digo que com pelo menos um mês dedicado vc consegue esse primeiro feito. E como a autora cita, não minta com os dados e a ideia, caso contrário o mercado vai lhe corrigir.

A autora fala também sobre trabalho pesado, dedicação a ponto de passar horas acordado trabalhando na ideia quando outros já estão descansando, isso porque você tem o seu prazo de entrega. Viver em condições que anteriormente você diria “sub-humanas”. Em se dedicar ao máximo a cada ideia a ponto de que se der errado você tenha aprendido com os erros e saiba que deu errado mesmo dando seu máximo e consequentemente depois de ajustado ao máximo a ideia, partir para a próxima. Note que apesar de eu ter abordado aqui mais sobre o empreendedorismo em termos de abrir startup e trabalho duro e bla, bla, bla… o livro tem um foco também em mudança de atitude, onde a autora instiga  você a querer mostrar sempre mais que o esperado em qualquer situação de sua vida, muito também quando você é um empregado, tentar superar todas as expectativas para ser promovido bem antes que o comum.

Enfim, o livro é show de bola, muito interessante em saber que ela é brasileira e voltou ao Brasil para divulgar conteúdo empreendedor (que também acredito ser fundamental para mudar nosso país). Livro pequeno e que pode ser lido até mesmo em menos de uma hora. O livro é gratuito, você o encontra na internet com uma simples busca “A Menina do Vale download pdf”. Vou de cinco estrelas principalmente porque é um tipo de conteúdo que devemos divulgar ainda mais no país, até porque empreendedorismo envolve trabalho duro e disciplinado, não somente abrir uma empresa e ganhar dinheiro que é também um pensamento válido, se seguido pelos outros dois anteriores.

Vlw

 

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido

Relacionado

Geração de ValorGeração de ValorLivros
StartStartLivros
FocoFocoLivros
Mentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroMentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroLivros

Compartilhar

Comentários Facebook

Comentários Blog

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...