De Zero A Um

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação. Você receberá um email de confirmação. Somente depois de confirmar é que poderei lhe enviar o conteúdo exclusivo por email.

Email inválido.
Blog /Livros /De Zero A Um

De Zero A Um

Vinícius Thiengo07/12/2015, Segunda-feira, às 08h
(681) (5) (9)
Capa do livro "De Zero A Um" de Peter Thiel e Blake Masters
Título
De Zero A Um
Categoria
Empreendedorismo
Autor(es)
Peter Thiel, Blake Masters
Editora
Objetiva
Ano
2014
Edição
Páginas
215

Opa, blz?

Terminei a leitura do livro “De Zero A Um” de Peter Tiel e Blake Masters, da editora Objetiva.

Peter Thiel é o que podemos chamar de sucesso no mundo de startups de tecnologia, mesmo tendo formação em filosofia e direito. É co-founder do PayPal, Palantir Tecnologies e investidor de “n” startups de tecnologia incluindo o Facebook logo no inicio dessa Rede Social. O livro é polêmico (em meu ponto de vista), pois Thiel é bem diferente do que segundo ele é o que mais está acontecendo, incluindo o movimento startup enxuta.

Isso, segundo o autor o que mais ele ve é empresas surgindo com a proposta de ser melhor do que as que já existem, ou seja, uma nova rede social, um novo portal de noticias, um novo … e por ai vai. O autor então volta a lembrar o que o empreendedorismo emprega, que antes de gerar renda é resolver um problema e causar um impacto positivo na comunidade que seu empreendimento veio para resolver tal problema.

Ele é radical ao ponto de que não assume que pode ser que você dê certo, na verdade ele assume que se você adota esse viés de criar algo que já existe, porém com algumas características diferentes (podendo ser melhores) você e seu business estão fadados ao fracasso. Segundo ele somente é possível entrar em um mercado já existente com um novo produto e ter sucesso com ele se seu produto for ao menos 10x melhor do que o maior concorrente, e quem deve perceber esse 10x melhor é o cliente e não você desenvolvedor do produto / serviço. Atingindo os 10x é bem provável que seu business consiga o monopólio que Tiel tanto fala sobre no livro.

Thiel fala que a vantagem de se criar algo que ninguém ainda está fazendo é que você vai ficar sozinho em um mercado nada ou pouco explorado gerando lucros por, as vezes, décadas. Essa é uma das principais mensagens do livro, tentar ao máximo entrar em um mercado de oceano azul, onde o monopólio é possível, mesmo que seja um mercado onde haja muita desconfiança. O interessante é que o autor também fala como as empresas que detém monopólio de certo mercado agem. Segundo ele essas empresas (Google, por exemplo) se dizem em um mercado altamente concorrido e que os investimentos estão altos para tentar ficar mais a frente… enquanto as empresas que estão em mercados altamente concorridos (energia limpa renovável, por exemplo) se dizem estar numa boa, que dominam o mercado deles, quando na verdade estão em uma guerra sangrenta de quem consegue aquele pouco a mais de lucro.

É ai que o livro começa a ficar polêmico, pois o autor diferente do que aprendemos sobre o poder da concorrência, indica que o monopólio tende a trazer muito mais beneficio que um mercado de concorrência, pois segundo ele, quando uma empresa assume um mercado como em monopólio a tendência é que ela invista mais em P&D (Pesquisa e Desenvolvimento) para manter esse domínio e consequentemente a receita tende a ser maior junto aos novos produtos que são desenvolvidos, isso porque segundo o autor as empresas de mercados de alta concorrência tendem gastar muito do tempo em fazer algo um pouco melhor do que o principal concorrente focando então no que o mercado está produzindo mais do que no P&D com um viés de criar soluções para problemas ainda não resolvidos. Ou seja, a concorrência evita o correto investimento em novas soluções, mesmo que o P&D dessas empresas esteja sim tendo injeções bilionárias de dinheiro. 

Um dos pontos altos do livro (tem outro sobre tempo de retorno e valor futuro das startups) é que o autor fala sobre a importância das vendas no mundo do software, que o vendedor é sim o camarada que vai ligar sua empresa ao mercado. Hoje estudo também economia comportamental, pois são textos que descobri sendo, para mim, essenciais, pois livros de economia comportamental têm estudos com números do que dá ou não dá certo, quase sempre estudos no contexto mercadológico. E com números temos fatos, contra fatos não há argumentos… porém a parte desgastante é que mesmo assim terão de ser realizados testes para ver se o público que quer atingir é sim afetado pelo texto montado com um viés de persuasão, por exemplo… mas isso não tira as vantagens dos economistas comportamentais que lhe dão ao menos o caminho a seguir nessa linha de impacto ao ser-humano em termos mercadológicos.

O assunto sobre vendas vai bem mais longe no livro, o autor indica que mesmo você tendo um produto excelente, se não tiver a forma de distribuir planejada e adequada (vendas), seu produto não vai decolar. Apesar de não adotar todas as falas do autor como verdades únicas, essa parte de vendas concordei sem problemas, pois além de outros casos já presenciei diretor de empresa de tecnologia falar que o produto do concorrente era melhor, mas que eles não iriam muito longe, pois não sabiam levar o produto ao publico.

Outro ponto alto é sobre o retorno das startups, segundo o autor ele e seus amigos investidores sabem que o retorno do investimento nelas tende a começar depois de 10-15 anos (o Paypal demorou bastante), que muitas startups estão com valores bilionários mais não geram lucro e sim estão ainda no vermelho, caso do Twitter, que segundo o autor, no ano de 2013, mesmo tendo prejuízo no balanço final, as ações da empresa continuam subindo e naquele fim de ano já faziam com que a empresa tivesse 24 bilhões de dólares em valor de mercado

O autor, como informado no ínicio, é investidor de risco, dá várias dicas, de que realmente temos de apresentar nossa ideia / produto a investidores para capitalizar, que os investidores sabem que de várias empresas que recebem capital de risco, muitas fracassam, mas as poucas que dão certo tendem a pagar todos os outros investimentos. Ele fala também que ter uma equipe é fundamental (montar o time que acredite em sua ideia é que é difícil), O PayPal no início tinha ao menos seis co-founders. Ele também informa implicitamente que o que pode estar lhe desanimando, como por exemplo, saber que o CEO de uma startup de sucesso foi fora de série a vida toda (caso não muito comum)… segundo o autor isso pode ser também um mito sendo super valorizado pelo simples fato de que aquele CEO está em uma startup que faz sucesso, sendo que o ingrediente as vezes é apenas a coragem que o empreendedor teve de seguir com a ideia.

Bom, o livro é muito show de bola, não é sobre economia comportamental, é um investidor de risco, de sucesso, junto a um ex-aluno dele, dando sua visão de como ter um viés empreendedor de sucesso seguindo o caminho diferente do que ele mais vê nas empresas de tecnologia hoje, cópias melhoradas de empresas já existentes.

Fiquei ciente do livro devido a indicação de um dos seguidores do blog e recomendo também a leitura, ainda mais se você tem uma mente empreendedora, mais ainda se já está participando de algum projeto. Então é isso, vou de 5 estrelas.

Vlw

Receba em primeira mão o conteúdo exclusivo do Blog, além de promoções de livros e cursos de programação.
Email inválido

Relacionado

Mentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroMentes Brilhantes - Como Desenvolver Todo o Potencial do Seu CérebroLivros
Rápido e DevagarRápido e DevagarLivros
Super CérebroSuper CérebroLivros
Previsivelmente IrracionalPrevisivelmente IrracionalLivros

Compartilhar

Comentários Facebook

Comentários Blog (5)

Para código / script, coloque entre [code] e [/code] para receber marcação especifica.
Forneça seu nome válido.
Forneça seu email válido.
Forneça o comentário.
Enviando, aguarde...
Edson Lima (1) (0)
09/12/2016, Sexta-feira, às 20h
Thiengo, este livro já estava na minha lista há um tempo. Indicação de um ex professor meu, o assunto gerou discussão em grupo e foi bastante proveitoso para o curso. Há uma referência sobre o assunto de forma polêmica no curso How to Start a Startup do Sam Altman.
http://startupclass.samaltman.com/courses/lec05/ />
Agradeço por seus comentários sobre livro.
Abraço!
Responder
Vinícius Thiengo (0) (0)
10/12/2016, Sábado, às 09h
Vlw Edson. Abraço.
Responder
Marcos Petry (1) (0)
03/08/2016, Quarta-feira, às 12h
Thiengo, muito legal esses 'resumos' dos livros. Me interessei em vários.
Parabens pelo trabalho e pelo site. Abraço
Responder
Vinícius Thiengo (0) (0)
04/08/2016, Quinta-feira, às 09h
Vlw Marcos. Abraço
Responder
plinhares9 (1) (0)
21/12/2015, Segunda-feira, às 16h
valeu Thiengo, parece bom. vou tentar ler assim que puder.
Responder